Você Sabia? Joias Folheadas

No início do século 20, pelas mãos de Coco Chanel, foi introduzido no universo da alta costura em substituição aos modelos de luxo, as joias folheadas.

Sem sombra de dúvida, são mais acessíveis e adaptáveis às tendências da moda. Por essa razão, abriram caminho para infinitas possibilidades, revolucionando as tradições da joalheria.

De se notar que elas são uma opção entre a joia e a bijuteria, ocupando um espaço em constante expansão, podendo ser confeccionadas em diferentes metais e cobertas por metal precioso (ouro, prata ou ródio). Na sua produção, as camadas de ouro são depositadas na superfície das ligas metálicas por um processo denominado galvanoplastia.

Em outro extremo encontram-se as bijuterias, que são peças produzidas com materiais sintéticos ou naturais, sem metais nobres ou pedras preciosas. Por essa razão, as joias folheadas, diferentemente das bijuterias, tem valor de mercado e podem causar o mesmo efeito da joia, principalmente se forem feitas com qualidade em todas as etapas de  sua produção.

Esta característica, aliada a um design diferenciado, tornam as joias folheadas cada vez mais valorizadas nos diversos mercados consumidores!

Por isso, a indústria brasileira tem procurado agregar o design às joias folheadas, colocando este item como um dos fatores principais para diferenciar seus produtos de acordo com as tendências da moda.

Interessante, né?! =)

Seja uma revendedora das joias folheadas #adelaidelacerda e ganhe dinheiro fazendo o que gosta!!

Fonte: www.sebrae.com.br